O que é SSI e como melhorar o seu?

O que é SSI e como melhorar o seu?

O LinkedIn é uma ferramenta poderosa e faz uma grande diferença na vida do profissional se ele souber utilizá-la aproveitando ao máximo o que ela pode oferecer.

Pensando nisso, o LinkedIn criou uma métrica chamada SSI – Social Selling Index  que visa mensurar o sucesso dos perfis criados dentro da rede, assim você saberá o que melhorar e como alcançar os melhores resultados. Mas, antes de tudo, é importante que você saiba como ela funciona.

Separando-se em 4 pilares, a ferramenta avalia o perfil em uma escala de 0 a 100 sendo:

  • SSI abaixo de 50: o seu perfil está abaixo da média e precisa muito melhorar
  • SSI entre 50 e 60: o seu perfil está melhorando, mas pode ficar melhor 
  • SSI entre 60 e 70: já está conseguindo alcançar as pesquisas e pode conseguir mais resultados;
  • SSI entre 70 e 80: excelente! Você é um usuário avançado do LinkedIn e tem potencial para alcançar boas oportunidades;
  • SSI entre 80 e 100: Parabéns! Você definitivamente é um usuário de sucesso do LinkedIn com grande potencial para ótimas oportunidades.

Já os 4 pilares são divididos em escalas de 25 sendo:

1. Estabelecer sua marca profissional 

O LinkedIn indica que você complete o seu perfil tendo o cliente em mente. Publique conteúdos úteis para se tornar um líder inovador no setor que atua.

#Dicas úteis: 

1 – Interaja com suas conexões: compartilhe os conteúdos em seu perfil, comente os dos seus colegas e reaja às publicações

2 – Complete o seu perfil: é um erro muito comum entre os usuários, costumam completar o perfil de qualquer jeito não se atentando aos textos de apresentação, descrições de cargo nas empresas que já passou e não pede recomendações aos antigos colegas e chefes.

3 – Publique conteúdos semanalmente: notícias interessantes, artigos, posts diários são essenciais para te posicionar como autoridade

2. Localize as pessoas certas

Encontre os clientes certos com mais precisão em menos tempo utilizando ferramentas de pesquisa eficazes.

#Dicas úteis: 

1 – Utilize a ferramenta de pesquisa do LinkedIn para encontrar contatos, primeiro liste pessoas da sua área e região ou conexões de segmentos que você atente, só não esqueça de alinhar ao seu objetivo;

2 – Ao enviar a solicitação de conexão explique quem é e porquê a pessoa deve te adcionar, já é um bom caminho andado para que a conexão aconteça;

3 – Acesso o perfil dos seus potenciais clientes, estas visitas aparecem no perfil destas pessoas que podem acessar o seu perfil através dela. Faça o mesmo quando te visitarem e retribua a visita.

3. Interaja oferecendo insights 

Compartilhe atualizações que iniciam o diálogo e fortalecem relacionamentos.

#Dicas úteis: 

1 – Compartilhe conteúdos relevantes como histórias do seu dia a dia, insights do seu setor, artigos de sua autoria e notícias que sejam interessantes;

2 –  Interaja com seus contatos, comente em seus posts e mande mensagens que possam iniciar um relacionamento profissional.

3 – Antes de enviar uma solicitação envie uma identificação, se possível como:
“Olá! Vi sua palestra no evento XX e gostaria de adicioná-lo a minha rede para possivel contato. Obrigada”

4. Cultive relacionamentos 

Cultive relacionamentos de confiança com decisores para fortalecer sua rede.

#Dicas úteis: 

1 – Siga e se conecte com outros profissionais da sua área;

2 – Conecte-se com tomadores de decisão como CEOs, Gerentes de RH, Diretores dos setores que deseja atuar;

3 – Nutra a relação através de compartilhamento, curtidas, comentários e mensagens.

Por que você deve se importar com o SSI?

A Social Selling Index é muito valiosa para quem trabalha direto e indiretamente com vendas e no setor comercial, ela ajuda a avaliar o perfil e te dar uma perspectiva das chances de prospecção e sucesso dentro da rede.

Agora aproveite estas dicas valiosas e aplique-as em sua rede. Acesse o link e saiba como está o seu SSI: https://www.linkedin.com/sales/ssi 

Anúncios no LinkedIn: impactando a maior comunidade global de profissionais

Anúncios no LinkedIn: impactando a maior comunidade global de profissionais

Mais de 500 milhões de profissionais do mundo, e 45 milhões no Brasil, se reúnem no LinkedIn para se conectar e se informar, avançar na carreira e trabalhar de maneira mais inteligente.

Isso faz do LinkedIn a plataforma mais eficiente para engajar os decisores, influenciadores e as pessoas mais relevantes para sua empresa.

Como fazer anúncios no Linkedin?

Defina seu objetivo

Segmente o público certo

Envolva com conteúdo

Otimize seu impacto

1. Selecione o conteúdo. Comece patrocinando uma atualização orgânica, publicada recentemente na sua Company Page.

2. Segmente seu público por localidade, empresa, setor, cargo, competências, diploma, etc.

3. Defina o lance e o orçamento da campanha com custo por clique (CPC) ou custo por mil impressões (CPM).

4. Lance a campanha e comece a promover o conteúdo diretamente no feed do LinkedIn.

5. Avalie os resultados e acompanhe as principais métricas, incluindo cliques, impressões e engajamento com seu conteúdo.

6. Otimize seu impacto testando variações de conteúdo e públicos com as ferramentas dimensionáveis de gerenciamento de campanhas.

Quais os objetivos de Campanha?

A pouco tempo o Linkedin atualizou seu sistema e agora, como em outras redes sociais, você também pode definir um objetivo de marketing para os seus anúncios.

Você pode escolher entre:

  • Conhecimento da Marca
  • Consideração (Visitas ao site, Engajamento, Visualizações de vídeo)
  • Conversões (Conversões do site e Geração de leads)

Quais os formatos de anúncios?

O que é muito interessante na escolha dos formatos de anúncios no LinkedIn, é que a ferramenta vai te dar sugestões de formato de anúncio de acordo com a sua escolha do objetivo.

Objetivos x Formatos

Resultados previstos para a sua audiência

Como em outras redes sociais, durante o processo de configuração de campanha, você poderá checar no painel de previsão de resultados. Comece com um público amplo e o restrinja depois de ver como ele funciona melhor.

Otimizando sua estratégia

Garanta que suas personas sejam claras e bem definidas. Faça anúncios para elas em campanhas separadas e agrupe as opções que façam sentido, incluindo setores, localidades e funções relacionadas. Isso facilitará a entrega das mensagens certas e personalizadas para um subconjunto específico de usuários do Linkedin.

Acrescente apenas um ou dois filtros adicionais de segmentação além da localidade. Faça testes, você só saberá testando.

75% das interações com sponserd content acontecem em dispositivos mobile, portanto, use pouco texto em suas imagens. Certifique-se que seu conteúdo seja exibido em telas pequenas.

Seja breve e interessante. Atualizações curtas, com até 150 caracteres ou menos, tendem a ter melhor desempenho.

Para o Sponsored InMail, evite parágrafos confusos. Mantenha textos com mais de 1.000 caracteres. Priorize seu público. Vincule a experiência do público ao contexto da mensagem.

Tenha um CTA claro para conversões certas.

Como qualquer campanha de marketing digital requer testes contínuos. Teste sempre.

LinkedIn: o que eu devo postar?

LinkedIn: o que eu devo postar?

O LinkedIn é aquela rede que todos que estão conectados há muitos anos conhecem, mas poucos utilizam.
De uma ferramenta completamente curricular e, consequentemente, mais séria (além do networking),  hoje é uma rede social cheia de conteúdos compartilhados pelos mais diversos profissionais.

Que conteúdos são bem aceitos nas redes sociais em geral, todos nós sabemos; ele conecta pessoas e são uma forma de aprender, não só de quem consome mas de quem gera. O LinkedIn é uma excelente opção de ferramenta e audiência para que visões e crenças dentro da sua área de atuação possam atingir quem se interessa pelo que você acredita, compartilhando possibilidades profissionais.

Mas qual o conteúdo ideal para o LinkedIn?

Para ser sincera, você é livre para escolher o que quer compartilhar. Com possibilidades como artigos, posts, imagens e vídeos, cabe a você decidir qual imagem gostaria de passar à sua audiência, criando sua imagem profissional, não só com competências, mas com experiência e posicionamento.

Histórias da sua carreira, aprendizados, erros e acertos, o que faz hoje, como chegou até aqui, atualidades, experiências, dicas; tendo sempre o cuidado de estarem  dentro do contexto da imagem que você quer passar.

Tenha a atenção que o tema que está sendo postado tenha alguma relação com a sua área de atuação. Isso não é necessariamente sobre o mundo corporativo. Profissionais de saúde podem falar sobre saúde, sobre esportes, e assim por diante.
Traga temas relevantes dentro da sua área profissional, ainda que retirados do dia a dia ou amenidades.

É importante, também, ter cuidado com materiais redundantes, prolixos, com muitos termos técnicos que podem ser desnecessários, cheios de frases sem significado. Sabe o gerador de “lero-lero”? Então, não faça isso.

E se eu tiver pouca audiência?

Não desista. A audiência vai crescendo à medida que você for escrevendo.

Responda comentários, engaje com conteúdo de outras pessoas, compartilhe materiais e avalie sempre se o que você está escrevendo tem relevância para o público que você procura.

Lembre-se: o conteúdo que você gera é a soma do que você aprendeu, vivenciou e acredita. Foque em seu caminho profissional e em fortalecer a sua marca pessoa. Não se compare com outras pessoas.

E me adicione por lá!