Escolha uma Página
Menos comparação, mais execução. Esse é o recado em Mentropia.

Menos comparação, mais execução. Esse é o recado em Mentropia.

Mentropia é um livro lançado em 2018 mas que contém informações que considero atemporais.

Ele foi escrito por Estêvão Soares e Maria Rita Aragão, que são Sócios-Fundadores da Estratégi.ca e também criaram o projeto SMXP, da qual eu faço parte, e onde já existe uma comunidade engajada em se ajudar mais do que se comparar. 

Acredito que esse seja um dos muitos mindsets que eles se preocuparam em traduzir neste livro: devemos focar menos na quase inevitável comparação e mais na execução, a fim de evitarmos a perda de foco e a idealização de como deveria se a jornada de cada um.

A linguagem usada é bem amigável, garantindo que a leitura não se torne maçante. Mas não se engane, apesar disso o conteúdo é rico e em vários momentos me peguei dando uma pausa para refletir sobre o assunto e fazer anotações de ideias que surgiram conforme eu ia avançando na leitura da obra.

“Falta de adequação de preços, não entender exatamente o mercado que você serve (Miopia Digital) e não compreender como gerar e comunicar os resultados estão entre os principais motivos (de o por que a sua estratégia está falhando) ”

Uma das coisas que me chamou a atenção, por não ser usual em livros, foi a sinceridade com que os autores trataram os temas, e generosidade em compartilhar o que aprenderam no seu tempo de estrada. Porém principalmente a coragem de relatar seus erros, isso não se lê todos os dias.

Se você é um freelance ou agência, recomendo demais a leitura do Mentropia. Nele você vai aprender mais sobre conceitos, mentalidades e ferramentas para te ajudar no seu trabalho de forma que vai além da teoria.

Resenha do Livro “O Livro Secreto das Redes Sociais”, de Juliano Kimura

Resenha do Livro “O Livro Secreto das Redes Sociais”, de Juliano Kimura

Maravilhoso!

Esse é um dos adjetivos perfeitos para descrever “O Livro Secreto das Redes Sociais“, de Juliano Kimura.

Apesar do título, meu desejo é que ele não seja nada secreto, e que todos que se interessam por redes sociais de alguma maneira, dos curiosos aos profissionais, conheçam e espalhem seus ensinamentos.

Quero dizer, pra mim foi a apresentação de um novo conceito em livros: pela primeira vez gostei de ler (de verdade) um livro “técnico”, e acredito que isso vá acontecer com você também; e eu direi que te avisei!

 

O Livro Secreto das Redes Sociais, vai direto ao ponto e além

Acredito que isso acontece por alguns motivos, mas o que mais me chamou a atenção foi a objetividade. Esse é outro adjetivo totalmente aplicável para essa obra: os conceitos são apresentados de forma a não se estender.
No meu ponto de vista, o autor quis condensar os tópicos mais importantes e não se alongou. Dessa forma, o leitor fica curioso em procurar pelas informações que mais lhe interessam, depois de ser apresentado a elas com clareza e precisão.

Não há como resumir, tudo que aprendi no livro, já que ele é tão objetivo que é, em si, seu próprio resumo.

Na verdade ele se apresenta como um grande glossário de conceitos, onde podemos conhecer apenas um pouco do todo, como em um app de namoro: você seleciona o que lhe interessa e depois busca saber mais, rs.

Eu me apaixonei pelo ritmo do livro, pelas ideias que ele me trouxe e acredito que é uma dessas obras que você tem que voltar, de tempos em tempos, para ler e assim renovar suas ideias.

Não sei você, mas eu aprendo uma coisa e as vezes não consigo dar continuidade.
Ela se perde na minha rotina ou em outras prioridades. Por isso, tenho certeza que para aproveitar bem esse livro, esse é o segredo: ler mais de uma vez, sempre que precisar.

Do simples ao complexo, o autor escreve de um modo diferente, quase lúdico. Traz reflexões e insights para todo tipo de pessoa.

Kimura certifica ao leitor, aprendizado garantido. Seja ele um amador, profissional da área ou simplesmente alguém querendo ler mais sobre redes sociais, interações humanas na vida real e na digital também.

Recomendo, se você ainda não leu, leia.

Os impactos das Tecnologias Digitais

Os impactos das Tecnologias Digitais

Com foco na humanidade, na aceleração tecnológica e num futuro cada vez mais misturado com as máquinas, a pensadora digital Martha Gabriel por meio do livro “Você, eu e os Robôs”, nos auxilia a entender este complexo mundo das tecnologias digitais e faz uma ponte de preparação para o futuro.

 

Desde a fala estamos caminhando para uma humanidade cada vez mais conectada. De todas as tecnologias que nos trouxeram até aqui, talvez a mais importante para a explosão comunicacional da era digital, seja a banda larga de internet.

A partir daí, foi possível mudar o status de “estar conectado” para “ser conectado”– ou seja, viver em simbiose com ela.
Dentro desse contexto, a atenção se tornou um patrimônio escasso. Como bem disse Clay Shirky no livro Paradoxo da Escolha: “O problema não é o excesso de informações, mas a falta de filtros”.

O resultado é visível. Vivemos angustiados, já que adoramos ter opções, mas não gostamos de escolher. Hoje, a palavra Google virou um verbo e este estilo de vida moderno transformou 3 dimensões importantes: velocidade, volume e variedade.

A câmera criou a cultura da celebridade, o computador – a cultura da conectividade e o smartphone- a cultura do compartilhamento. Acidentes com selfies tem matado mais do que tubarões, pasme! 95% das mensagens são lidas em até 3 minutos após serem enviadas e o tempo de resposta médio é de 90 segundos.

Martha Gabriel faz questão de nos alertar: quanto mais tecnologia existe no mundo, mais éticos e humanos precisamos ser. O que ela chama de Paradoxo da Artificialidade – pois o aumento de tecnologias que torna o mundo mais artificial – também nos torna mais naturalmente humanos.

No Brasil, 50 % dos empregos tendem a desaparecer devido à automação. As habilidades mais valorizadas atualmente são as relacionadas às soft skills: visão de mercado, orientação para mudança e forte liderança. Já as habilidades para desenvolver no século XXI são: pensamento crítico, criatividade e experimentação, conexão (com pessoas e tecnologias), resiliência.

E você, se sente preparado para a tecnologias digitais?

“ Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia” Arthur Clarke em As Leis da Robótica .

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com