Escolha uma Página
4 dicas para um look de reunião sem muita formalidade

4 dicas para um look de reunião sem muita formalidade

A insegurança na hora de se vestir nem sempre se torna a nossa melhor amiga. Ela pode inclusive ser uma grande inimiga contribuindo para que você escolha algo completamente fora da sua identidade e não mostre quem você é. Mas como seria um look de reunião sem muita formalidade?

Uma reunião de negócios não precisa ser sinônimo de uma roupa 100% social. Ainda mais se isso não tiver nada a ver com o seu estilo. Diante disso, separamos dicas para você implementar o seu look para a reunião e não perder o seu estilo mais moderno ou casual.

Pode deixar o salto alto de lado?

Pode! Se usar salto alto não tem nada a ver com o seu estilo e não faz parte da sua rotina no dia a dia, porque investir em uma peça que irá te deixar desconfortável? Principalmente se você estiver à caminho de uma reunião para fechar um negócio importante.

Deixe o salto de lado e invista em diferentes modelos de sapato como por exemplo: mocassins, mules, sapatilhas e rasteirinhas.

Mas, não para por aí. A maioria das mulheres que trabalham com o Mundo Digital são verdadeiras apaixonadas por tênis. Então, porque não implementar a peça ao look?

Segundo a consultora de imagem e estilo Camila Rigon, é plenamente possível utilizar tênis, principalmente os mais minimalistas em composições mais sóbrias. “Invista nos tênis brancos, pretos, cinza e até nos que são produzidos em materiais mais nobres como camurça, sintético similares ao couro e até tecidos acetinados”, explica.

Com essas peças, é possível criar diversas composições:

Tênis

Entre as opções utilizadas por Camila, estão as opções de: tshirt e saia com tênis branco, vestido de camurça com tênis branco, pantacourt com camisa e tênis branco ou vestido mais soltinho e tênis de couro.

Mule

O mule também está entre os favoritos sem salto da Camila. E a versatilidade das peças, até mais sérias como pantacourts, fica mais descontraída quando usadas com a camisa para fora ou com a t-shirt com um amarradinho.

Não quer abandonar a t-shirt e a camiseta?

Aposte no Blazer! O blazer pode ser a peça chave que faltava no seu look para parecer mais formal. Se você é mais descolada e gosta de peças coloridas, então, não precisa se ater apenas aos modelos em pretos, mas também nos coloridos como vermelho, amarelo, lilás ou a cor de sua preferência. Os coletes também podem dar ao visual um ar mais formal e quebrar a casualidade do look.

Muita cor

A cor não precisa ficar apenas no blazer colorido, você também pode levar um ar de modernidade para o seu estilo na calça. “Hoje em dia é relativamente fácil encontrar peças clássicas com modelagens mais modernas, cores mais vibrantes e menos sóbrias, facilitando a flexibilização da formalidade”, explica Camila Rigon, consultora de imagem e estilo.
Não se esqueça dos acessórios
Maxi colares ou também os mais minimalistas, brincos e pulseiras são capazes de dar mais estilo à produção escolhida. Mas, Camila ressalta a importância de que esses itens representem de modo fiel o estilo de quem irá usá-lo. “Os acessórios são determinantes para renovar produções com peças já muito utilizadas”, finaliza.

Quer mais inspirações para a sua reunião?

Veja alguns boards no Pinterest da Camila para se inspirar.

4 dicas para um look de reunião sem muita formalidade

Personal Branding: você faz o que orienta para o seu cliente?

Personal Branding: você faz o que orienta para o seu cliente?

Em casa de ferreiro, muitas vezes, o espeto é de pau. Walk the Talk, uma reflexão sobre personal branding.

Estamos habituados a falar várias coisas que nossos clientes devem fazer. Criar uma identidade visual legal para serem reconhecidos, fazer uns vídeos para engajar, postar mais conteúdo relevante e menos conteúdo de venda para gerar um maior relacionamento e autoridade.

Já parou para pensar no que realmente VOCÊ tem feito? E não estou falando em relação aos seus clientes. Imagino que eles tenham o maior carinho do mundo, mas e o seu personal branding; e a SUA MARCA?

Nós cuidamos tanto da marca alheia e deixamos a nossa completamente de lado. Muita gente nem sabe o que a gente faz, não entende nossos serviços, não nos conhece. Nós nos apoiamos em marcas alheias como das empresas onde trabalhamos ou universidade onde estudamos.

Mas parece que todas as aulas de branding, estratégias e discursos que fizemos por aí são esquecidos a partir do momento que o assunto é a nossa marca, o nosso negócio, o nosso personal branding.

Na maioria das vezes, contamos com o referral marketing (ou marketing de indicação). Aquele boca a boca de clientes para aumentar nossa cartela, nossa autoridade, o crescimento da nossa empresa ou “eupresa” e, consequentemente, nosso faturamento.

Vamos mudar essa cena! Aplicar as ferramentas que usamos e conhecemos em nós mesmos para fortalecer o nosso personal branding. Cuidar das nossas marcas e lembrar o quanto elas são importantes, fazer parcerias com as pessoas certas, botar os projetos em dia e fazer nossos nomes.

Se conseguimos fazer isso para outras marcas conseguimos para as nossas. Vem comigo? Confira agora mesmo algumas dicas práticas!

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com